Desde que iniciei essa história de perfil de viagens, vi muita gente postando coisa sobre o Deserto do Atacama, mas nunca me senti verdadeiramente atraída pelo lugar. Achava legal e tal, mas tudo muito igual. Até que resolvemos fazer uma ladies trip e o destino escolhido foi exatamente ele.

Admito que eu não estava no nível master de animação, tanto que estava focada em outra viagem e minha amiga ficou por conta do roteiro. Tudo resolvido, a Latam ajudou com uma promoção top de milhas e dois meses depois chegou o dia da viagem.

Fomos em 5 mulheres, dormindo a primeira e última noite em Santiago (por conta dos horários dos voos) e passando 5 noites em San Pedro de Atacama.

Placa Cordilheira do Sal - Deserto do Atacama - Dona Viagem
O bonde das mocinhas!

Quando chegamos à Calama eu comecei a ter uma suspeita: aquele lugar ia me fazer morder a língua.

Dito e feito.

O Deserto do Atacama não é apenas um amontoado de areia, sal e alguns lagos perdidos. É um lugar repleto de história, com cada paisagem mais maravilhosa que a outra (estilo fundo de tela do Windows) e, o principal, com uma energia e uma paz que simplesmente não tem como descrever. Só visitando para entender.

SAN PEDRO DE ATACAMA

San Pedro de Atacama, a cidade base do Deserto do Atacama, está localizada a mais de 1.600km ao norte de Santiago, estando muito próxima da divisa com a Bolívia. Ela é cercada por três cordilheiras: Andes, Sal e Domyco. O principal vulcão da região é o Licancabur, com 5.920m de altura.

Esse vilarejo foi formado em um dos oásis do Deserto do Atacama, o mais árido do mundo. Ele possui pouco mais de 7.000 habitantes, mas recebe uma média de 30.000 visitantes por mês.

A principal rua é a Caracoles, onde está a maioria da agências de viagens e melhores restaurantes da região.

Rua Caracoles - Deserto do Atacama - Dona Viagem
Tentei fazer minha primeira amizade na Rua Caracoles

A vila é bem rústica, com estrada de terra, construções baixas e de barro, mas tudo muito charmosinho.

Centro - Deserto do Atacama - Dona Viagem
Igrejinha fofa do centro

CÂMBIO E PREÇOS

A moeda oficial do Chile é o Peso Chileno. Na data que fui (março/2017) o câmbio era o seguinte:

  • Brasil: R$1,00 = CLP178,00
  • Aeroporto de Santiago: R$1,00 = CLP192,00
  • Centro de Santiago: R$1,00 = CLP205,00
  • San Pedro de Atacama: R$1,00 = CLP170,00

Como pôde perceber, trocar dinheiro em San Pedro é a maior furada da vida. Só faça em caso de necessidade.

Por conta dos meus horários, tive que trocar dinheiro no aeroporto. A Afex é a casa de câmbio de lá e é o mesmo valor em qualquer cabine. Se tiver que trocar dinheiro no aeroporto também, sugiro já fazer na cabine do desembarque, assim que sai do avião, pois é a mais vazia.

Sobre os preços, já tinha lido que tudo lá é muito caro, mas vou te falar que não achei diferente de Santiago. Tirando o mercado, o restante foi bem tranquilo.

Super importante: pague os hotéis em dólar!!!! Assim você evita pagar o IVA (imposto) de 19%. Se pagar em pesos chilenos esse imposto será cobrado.

COMO CHEGAR

San Pedro de Atacama está localizado no norte do Chile, a mais de 1.600km de distância de Santiago.

Para chegar lá você tem 3 opções:

  • Avião: Existe uma quantidade boa de voos diários à Calama, cidade mineradora que fica à 100km de San Pedro. Eles são operados pela Latam e Sky Airlines e possuem 2 horas de duração.
  • Carro: Sem parar, são quase 18 horas de estrada. Se optar por ir de carro, sugiro fortemente alugar um 4×4, pois a estrada lá é de terra.
  • Ônibus: A forma mais econômica e mais demorada. São 22 horas de viagem entre Santiago e San Pedro. A empresa que faz esse translado direto é a TurBus. A empresa Pullman Bus faz o trajeto Santiago x Calama.

Para quem opta pelo avião (tipo eu) ou ir pela Pullman Bus, é necessário pagar um transfer para San Pedro. Muita gente fecha o transfer ao chegar no aeroporto, mas nós resolvemos sair do Brasil com tudo certo. Quem nos buscou foi o Pablo, que também foi nosso guia durante toda a viagem. Pagamos 20.000 pesos (round trip) por pessoa no transfer privado. Se fosse regular seria 18.000 pesos para cada.

As estradas são incrivelmente boas. As de terra têm pouquíssimos buracos e são todas muito bem sinalizadas.

Deserto do Atacama 3 - Dona Viagem
Curta as estradas do Atacama!

CLIMA

Olha, não é a toa que o Deserto do Atacama é o mais árido do mundo! O clima lá é seco demais!!! Do nível que fez meu nariz sangrar no dia que pisei lá. Para ter uma ideia, a quantidade média anual de chuva é de 25mm. Para efeito de comparação, No Rio de Janeiro a média do mês de julho (mês mais seco do ano) é de 55mm. O mês das chuvas em San Pedro é fevereiro, sendo que esse ano foi totalmente fora do normal. Choveu 40mm e fechou praticamente todas as atrações do Deserto do Atacama.

A parte boa dessa secura toda é que meu cabelo, naturalmente oleoso, ficou que nem de propaganda de shampoo, com um brilho espetacular e super lisinho. Ele só não ficou mais sedoso por conta da poeirada que dava uma leve endurecida nele.

Além de seco, o vilarejo está a 2.800m acima do nível do mar. Isso significa que você vai precisar de um período de adaptação, até mesmo porque tem alguns passeios que chegam a quase 5.000m de altitude! E vou te falar, você sente tá.. Pra subir 5 metros de ladeira o coração quase saiu pela boca…

Vamos ao clima mesmo: o Atacama é muito quente e muito frio! Sabe o que isso significa? Um caos na hora de fazer a mala. No verão a temperatura pode variar de 30ºC a 10ºC no mesmo dia e no inverno gira de 22ºC a 4ºC. Isso em San Pedro, porque nos passeios é muito pior, podendo chegar a -20ºC nos gêiseres por exemplo.

O sol é um caso à parte. Não se iluda com o dia que você estiver sob uma temperatura de 15ºC e achar que o sol não está queimando. Ele é terrível!!!!! Para você ter uma ideia, no único dia que banquei a doidona e não usei chapéu, pois estava 12ºC, o meu couro cabeludo ficou roxo, do tipo que dói na hora de tomar banho.

ROUPAS E MOCHILA

Sentiu como é o clima por lá né?! Eu já tenho um certo problema para arrumar mala, mas preparar a dessa viagem foi uma superação! Como imaginar que no mesmo dia você vai estar que nem um esquimó pela manhã e que nem a Garota de Ipanema pela tarde? É muito confuso para a minha mente.

A verdade é: não usei metade das roupas que levei. Só acertei mesmo na quantidade de sapatos. Vamos às recomendações:

  • : chinelo, tênis de trekking (mais adequado para andar por lá) ou de academia, mas não leve um novo, porque vai voltar uma imundice, e uma botinha que você usa para viajar e ter algo diferente para vestir à noite;
  • Roupas: tenho uma resistência boa ao frio. Sinceramente, levei um monte de roupa de neve e usei nada, só um dia que realmente foi necessário. Como o sol é muito forte mesmo no frio, sugiro levar blusas de manga (mas leves) para proteger os braços do sol, um bom casaco corta-vento e/ou de neve, calça jeans, legging e short. Se você tiver curiosidade e clicar nos links para os passeios, em cada um tem a dica específica do que vestir ali.

Nem sonhe em sair para os passeios sem chapéu. Como descrevi no item anterior, ele castiga com força e não é legal marcar bobeira.

Na mochila você deve colocar alguns itens imprescindíveis:

  • Água (pelo menos 1 litro por pessoa por passeio);
  • Hidratante labial;
  • Protetor solar;
  • Soro fisiológico para o nariz;
  • Chapéu;
  • Casaco;
  • Luva e cachecol para quem sente mais frio;
  • Chiclete e chocolate (ajudam a amenizar os sintomas da altitude);
  • Remédio de enjoo e dor de cabeça (principais efeitos colaterais da altitude).

HOSPEDAGEM

O que não falta em San Pedro são opções de hospedagem dos mais variados preços e estilos.

Eu fiquei num de categoria média, o Hotel Dunas. Bem localizado, com café da manhã gostoso, quartos espaçosos e limpos.

Hotel Dunas - Deserto do Atacama - Dona Viagem
Hotel Dunas, na rua Tocopilla
Hotel Dunas 1 - Deserto do Atacama - Dona Viagem
Corredor com os quartos

Para quem busca um pouco mais de economia, tem vários hostels no entorno da Caracoles, como o Lickana e Miskanty.

Já para quem quer o máximo de conforto e exclusividade, o que tem de melhor na região são o Alto Atacama, Tierra Atacama e Explora. Para esses três eu tenho um recado: me chama que volto para o Atacama hoje mesmo e faço post exclusivos para vocês!! 😉

RESTAURANTES E BALADAS

Uma coisa que fizemos foi comer bem nesse lugar! Dos restaurantes mais baratos aos mais caros, tudo estava gostoso!

Na maioria dos restaurantes existe o menu de refeição, com entrada e prato principal (alguns com sobremesa também). Os que vi variam de 4.000 a 10.000 pesos. O horário de almoço vai até as 16h ou 16h30, depende do restaurante.

  • Mal de Puna – $ – Comida gostosa e tem balada à noite.
  • La Pica del Índio – $ – Um dos mais procurados da cidade. Os pratos são bem servidos.
La Pica Del Indio - Deserto do Atacama - Dona Viagem
Sendo fit no Atacama #sqn
  • Barros – $ – Pratos muito bem servidos, tem música à noite.
Barros - Deserto do Atacama - Dona Viagem
Dá uma lida com atenção nessa placa do Barros..
  • Lola – $ – Restaurante baladinha de San Pedro. Tem karaokê (sim, eu cantei. Não, você não gostaria de ver.. Kkk) e as porções são generosas.
  • Casa de Piedra – $$ – Fiquei apaixonada pela pizza! Massa fininha, ambiente muito aconchegante, fogueira no meio, um charme!
Casa Piedras - Deserto do Atacama - Dona Viagem
Adorei o Casa de Piedra! Super indico!
  • Adobe – $$$ – Ambiente gostoso, com uma fogueira no meio. Tem música ao vivo à noite.
  • La Estaka – $$$ – Do mesmo dono do Adobe, adorei o restaurante! Música de qualidade, inclusive com direto a MPB e o melhor ceviche que comi na região.
La Estaka - Deserto do Atacama - Dona Viagem
O ceviche campeão na nossa opinião! O que achou? Se souber de outro melhor escreve aqui nos comentários!
  • Ckuna – $$$ – Foi o restaurante mais caro que comemos. A comida é mais requintada, gostosa, mas não achei que valeu o preço.
Ckuna - Deserto do Atacama - Dona Viagem
Pratinho gourmet para fechar a viagem

Legenda:

  • $ = Preço médio de 5.000 pesos o prato
  • $$ = Preço médio de 8.000 pesos o prato
  • $$$ = Preço médio de 12.000 pesos o prato

Sabia que no Atacama não pode dançar? Sim, você leu direito. Nada de boate ou coisa do tipo. Em contrapartida, as festas clandestinas bombam. Se um chileno com apenas 3 dentes na boca te abordar no meio da noite sugerindo que você entre numa van sem janelas em direção à uma festa no meio do deserto, não se assuste. É exatamente assim que funciona e dizem ser seguro! Mas vou te contar que tive coragem de encarar essa aventura não.. Minha velhice mental não permite.

Sobre o fato de não poder dançar, são duas as teorias que se complementam:

  • Os estabelecimentos de San Pedro só têm licença para ser restaurante, tanto que na maioria deles você só pode beber se estiver comendo. Apesar de ter música ao vivo, o ato de dançar configura boate, infringindo a lei.
  • A população de San Pedro é muito reservada e quer evitar bagunça. Para isso, criaram essa lei dificultando a criação de baladas mais fortes na cidade.

É proibido beber na rua e os bares/restaurantes fecham até à 1h.

MERCADO

Uma coisa que achei caro em San Pedro foram os mercados. Não existe supermercado como estamos acostumados, mas são vários mini mercadinhos com o básico.

Os mais baratos que encontrei foram:

  • Mercado del Sol – Rua Tocopilla
  • Mercado Sys – Rua Caracoles – Foi onde achei água mais barato. Enquanto na maioria dos mercados a água de 6 litros era 2.000 pesos, ali estava por 1.750.

As lojas e mercados costumam fechar às 23h.

AGÊNCIA

Se tem uma coisa que pipoca em San Pedro é agência de turismo! Tem para todos os gostos e bolsos.

Muita gente deixa para fechar os passeios ao chegar no vilarejo, pois pode ser bom para tentar mais descontos, já que é fácil pular de uma agência à outra para negociar.

Como viajamos em 5 mulheres e nosso objetivo era fazer tour privado, optamos por fechar tudo do Brasil e chegar lá sem preocupação.

Após conversar com algumas agências, decidimos por fechar com a Atacama Trips. Posso te contar? Amei!!!!! O atendimento da Daniela é fora do comum. Ela é super paciente, atenciosa e cuidadosa! Nosso guia, Pablo, arrasou nos passeios. Muito profissional, aguentou 5 mulheres buzinando por 5 dias no ouvido dele sem fazer cara feia e tem muito conhecimento sobre a região. O site deles ainda está em desenvolvimento, mas por enquanto você pode dar uma olhada nesse link página do Facebook: Atacama Trips.

ROTEIRO

Nosso roteiro foi de 6 dias/5 noites pelo Deserto do Atacama. Infelizmente não tivemos tempo para ir ao Salar de Uyuni, mas virou motivo para voltar à região! 😉

Para o post não ficar super carregado de informação, coloquei todos os tours detalhados em uma pagina específica. Basta clicar para conferir!

1º dia – Tour astronômico Space

Tour astronomico - Deserto do Atacama - Dona Viagem
Tour Astronômico Space (foto site oficial)

2º dia – Pukará de Quitor e Valle de La Luna e Valle de La Muerte

Valle de La Luna 6 - Deserto do Atacama - Dona Viagem
Valle de La Luna

3º dia – Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas

Salar Aguas Calientes - Deserto do Atacama - Dona Viagem
Salar Águas Calientes com as Piedras Rojas

4º dia – Geysers Del Tatio e Termas de Puritama

Geysers del Tatio - Deserto do Atacama - Dona Viagem
Geysers del Tatio

5º dia – Salar de Tara

Salar de Tara 2 - Deserto do Atacama - Dona Viagem
Salar de Tara

6º dia – Lagunas Escondidas de Baltinache

Lagunas Escondidas 3 - Deserto do Atacama - Dona Viagem
Lagunas Escondidas de Baltinache

CURIOSIDADES

Os lugares são lindos demais! Não consegui escolher meu preferido.

Nunca vi tanto cachorro numa cidade como em San Pedro. Fora que tem uns que parecem ursos de tão grandes que são!

As roupas ficam bem sujas por conta da poeira.

Nos vilarejos da região é muito comum ter um campo de futebol do lado do cemitério! Vai saber o motivo…

Em todos os passeios que fizer, respeite as trilhas e não saia do caminho demarcado.

Deserto do Atacama - Dona Viagem
Vá e se apaixone por esse lugar!

Gostou do relato?? Ficou com vontade de ir?? Já foi?? Compartilha suas dicas e dúvidas aqui com a gente!!! E claro, não deixe de assinar o blog para receber as notícias mais quentinhas do que o sol do Atacama! 😉

Deserto do Atacama: O que há de melhor no Chile!

38 ideias sobre “Deserto do Atacama: O que há de melhor no Chile!

  • 24/04/2017 em 23:35
    Permalink

    Querida, vim espiar seu blog e adorei as dicas sobre o Atacama!
    Será nossa próxima viagem e estou super ansiosa!
    Gostei muito de saber sobre o que vestir, isso é fundamental.
    Um beijo!

    Resposta
    • 25/04/2017 em 06:32
      Permalink

      Fico muito feliz que tenha gostado!! Essa parte de roupa foi a mais difícil pra mim, por isso achei legal compartilhar!!
      Beijos!!!

      Resposta
  • 25/04/2017 em 19:02
    Permalink

    Olá
    Estou pensando estou pensando em ir pra lá em julho será muito frio? Está e minha dúvida. Que maximo e este lugar em. Informações mais completas que encontrei.
    Lindas fotos amei.
    Bjs e sucesso
    Isabel

    Resposta
    • 25/04/2017 em 19:19
      Permalink

      Que bom que gostou!! Tentei passar o máximo de informação que consegui lembrar

      Então, em julho vai estar bem friozinho, mas nada que impossibilite a viagem! Só a mala que vai ficar um pouco mais recheada..

      Indo no inverno, vá de calça para todos os passeios! Pro Valle de La Luna e Lagunas pode ser uma calça mais leve, mas tenha um bom casaco em mãos também!

      Aproveite muito!! O Atacama é incrível!!

      Resposta
  • 25/05/2017 em 17:01
    Permalink

    Que viagem SENSACIONAL! Cada foto hein? Demais!
    Estou indo pro Chile nesse inverno, mas infelizmente não teremos tempo de conhecer o deserto do Atacama. Mas certamente voltaremos para esse destino, focados nesse objetivo! Realmente vejo muitas fotos lindíssimas de lá e fico babando! Obrigada pelas dicas.
    Beijao

    Resposta
    • 26/05/2017 em 09:58
      Permalink

      O Atacama foi uma excelente surpresa e precisa de um tempinho para ser explorado… Numa próxima vez você se programa para ir lá! Por sinal, no inverno é frio de doer… =/

      Resposta
  • 26/05/2017 em 14:04
    Permalink

    Manu,

    Essa sem dúvida foi uma das minhas viagens preferidas estão entre as minhas top 5,

    Também tentei essa amizade com o cachorro na caracoles, e adorei eles são super receptivos kkkkk, vi que também fomos em dois restaurantes em comum o Adobe e o La staka, bem que depois achei caros, e agora que vi que você uma menina esperta marcou com $$$ ou seja, bem carinho kkk, mas estava valendo porque esse lugar é lindo e mágico…

    Quanto aos passeios acho que os que fiz que você não fez e super indico foi a Laguna cejar, a termas de Puritama, e o vulcão Lascar…
    Mas não consegui fazer a observação noturna e achei lindíssimo aquele céu Meu Deusss, e as lagunas escondidas também não consegui, fica para próxima!!!

    Resposta
    • 26/05/2017 em 16:01
      Permalink

      Quando viajo gosto de experimentar restaurante bacana também!! Ainda mais depois de perceber que a viagem está acabando e eu não gastei todos os meus pesos.. Kkkkkkk

      Lá tem cada lugar mais perfeito que o outro né? Esses passeios que você não fez ficam como estímulo para voltar uma outra vez! 😉

      Resposta
  • 28/05/2017 em 11:24
    Permalink

    Manu, que incrível esta sua viagem. Deu vontade de conhecer o Atacama… mas primeiro vou tentar juntar dinheiro pra ficar naqueles hotéis diferentões…hahahha…

    Resposta
    • 29/05/2017 em 10:06
      Permalink

      Eu tentei juntar dinheiro pra ficar nos hotéis tops, mas deu certo não!! Hahahah Mas a experiência foi boa do mesmo jeito!!

      Resposta
  • 29/05/2017 em 00:01
    Permalink

    Atacama é show, tão próximo e eu nunca fui hehe, esse roteiro de 6 dias foi espetacular muito bonito, essa da dança é nova pra mim, eu também não teria coragem de entrar em uma van com tudo fechado hahaha, excelente post

    Resposta
    • 29/05/2017 em 10:07
      Permalink

      Eu fui meio que de impulso.. Não estava nos planos ir tão cedo, mas a promoção de milha deu esse empurrãozinho!! Kkkk

      Resposta
  • 29/05/2017 em 00:23
    Permalink

    Amei seu relato quero fazer essa viagem casada com o Salar no ano que vem, tomara que dê certo!!! Quanto às roupas , Estou super confusa… sou pessoa de malão, ainda mais no frio!!

    Resposta
    • 29/05/2017 em 10:08
      Permalink

      Dei mole, comprei a passagem na pressa da promoção e não conferi quantos dias precisava ficar lá pra fazer o Salar também.. Agora vai ser motivo para voltar à região!!! Sobre as roupas, boa sorte.. Foi a pior mala que fiz na vida! Kkkkk

      Resposta
  • 29/05/2017 em 17:51
    Permalink

    Eu fiquei no Hotel Dunas também! que saudade do Atacama! foi uma viagem incrível… uma paisagem mais linda que a outra. Acho que é uma viagem que tem que tá no topo da lista de todo viajante! Só me arrependo de não ter conhecido as Termas de Puritama, acabei indo ao Vale do Arco-íris que achei meio sem graça.

    Resposta
    • 30/05/2017 em 10:14
      Permalink

      Eu gostei do Termas, mas não foi o meu preferido.. Foi uma boa porque já estava no caminho! O Vale do Arco Iris não conheci, mas pelo seu comentário já não me arrependo também.. rs

      Resposta
  • 29/05/2017 em 19:00
    Permalink

    Muito legal e completo o post! É exatamente assim mesmo!! Também não entraria na van clandestina, mas ficaria tentada a ir. hahaha

    Resposta
    • 30/05/2017 em 10:15
      Permalink

      Se você visse a cara do indivíduo que chamava pra van ia ficar tentada não…. #medinho kkkkkkkkk

      Resposta
    • 30/05/2017 em 10:15
      Permalink

      O Atacama merece ser visitado!! É um lugar incrível!!!

      Resposta
  • 29/05/2017 em 22:50
    Permalink

    O Atacama é um destino incrível. Na vdd foi um dos lugares mais incríveis que já conheci. O post esta super completo, parabéns. Também passei 5 dias por lá, foi um tempo ideal. Abraços

    Resposta
    • 30/05/2017 em 10:20
      Permalink

      Fico feliz que tenha gostado!!! Só para o Atacama achei 5 dias ótimo, se fosse fazer o Salar precisaria de mais…

      Resposta
  • 30/05/2017 em 14:29
    Permalink

    Manuuuuuuuuuu, ameeeei!! até final de junho eu chego no Atacama. Uma dúvida:
    Venta bastante?
    Como a gente está fazendo uma viagem longa, a roupa de frio que temos nos acompanha desde o Brasil e não é nada muito quente e não temos corta-vento. Acha imprescindível?
    Parabéns pelo post!!

    Resposta
    • 30/05/2017 em 15:36
      Permalink

      Obrigada Ju!!!!

      Lá tem alguns lugares que ventam muuuuuuuito! Um corta vento ou casaco quentinho é de necessidade básica! Ainda mais se for no inverno…

      Resposta
  • 31/05/2017 em 13:09
    Permalink

    Esse foi um dos destinos mais surpreendentes que já conheci! O Atacama é incrível!! Adorei seu post!!

    Resposta
    • 31/05/2017 em 16:21
      Permalink

      Obrigada!! Fiquei encantada pela região também! A energia lá é incrível!

      Resposta
  • 31/05/2017 em 16:01
    Permalink

    Nossa, esse post era tudo o que eu queria ler hoje!!
    Estou planejando minha próxima trip, e o destino escolhido é o Atacama..seu post me deu mais certeza ainda que fiz a escolha certa!
    Obrigada pela dica, anotei todas!! Amei a dica para arrumar a mala!

    Resposta
    • 31/05/2017 em 16:22
      Permalink

      Fico super feliz em ter ajudado!!! Foi tudo escrito com muito carinho!!

      Tenho certeza que vai amar a viagem! O Atacama é um lugar único!!

      Resposta
  • 31/05/2017 em 17:41
    Permalink

    Manu, que post completissimo! muita saudade desse lugar, sou muitooooo apaixonada por ai e quando fui também não esperava muita coisa e me surpreendi de forma tão positiva!!! Dá proxima quero ficar nesses super hoteis que tem por lá rsrsrs quem não quer?!

    Resposta
    • 01/06/2017 em 10:23
      Permalink

      Obrigada Lolo!!! Menina, meu sonho é um hotel desse me convidar pra fazer uma matéria.. Quem sabe um dia!! Kkkk 😉

      Resposta
  • 31/05/2017 em 20:15
    Permalink

    Eu não consegui ir pro Atacama, mas fiz o Salar de Uyuni e cheguei ali do lado. Amei de mais já e imagino o quanto esse cantinho no Chile seja incrível. A minha viagem pra Bolivia foi uma das mais incríveis que já fiz e gostaria muito de voltar na época de chuva para ver o Salar espelhado ai já aproveito pra emendar o Atacama que deve ser tão incrível quanto.

    Resposta
    • 01/06/2017 em 10:24
      Permalink

      Pois é, no meu caso foi o contrário… Rodei praticamente tudo no Atacama, mas me faltou tempo para ir no Salar… Numa próxima vez quero rodar a Bolívia e conhecer esse lugar incrível!

      Resposta
  • 01/06/2017 em 18:40
    Permalink

    Taí uma viagem que tenho muita vontade de fazer mas ainda não consegui, conhecer o Atacama. Deve ser um lugar fantástico não é!?

    Resposta
    • 05/06/2017 em 11:46
      Permalink

      Foi um lugar que me surpreendeu! Fui sem muitas expectativas, mas a energia de lá é fora do normal!

      Resposta
  • 01/06/2017 em 22:44
    Permalink

    Confesso que o deserto do Atacama me surpreende a cada matéria que vejo. O lugar é incrível demais… adorei todas as dicas. Parabéns.

    Resposta
    • 05/06/2017 em 11:46
      Permalink

      Obrigada!! É um lugar que definitivamente todo mundo devia conhecer!

      Resposta
  • 07/06/2017 em 23:18
    Permalink

    AMEI o post!!! Fiquei com uma vontade imensa de conhecer.. não sabia do chocolate para ajudar com questão de altitude, muito legal aprender.
    Esses prato me deixaram babando 😉

    Resposta
    • 08/06/2017 em 10:11
      Permalink

      Que bom que gostou!!! 🙂 A comida lá é muito gostosa!! Me acabei!!!!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *