Pukará de Quitor – Deserto do Atacama

Se tem uma forma super bacana de conhecer uma cidade é andando de bicicleta. Assim sendo, aproveitamos a manhã de folga (nosso passeio para o Valle de La Luna só sairia às 15h30) para conhecer um pouco mais de San Pedro de Atacama e seus arredores, entre eles o Pukará de Quitor.

Caminhando pelo centro, encontramos a loja Sumaq Tika Travel, com aluguel de bicicleta e venda de artesanato. Ela fica localizada na pracinha da igreja. A bike aro 29 custou 3.000 pesos para meio período. Como não pretendíamos demorar, foi isso mesmo. Passando por algumas outras lojas depois, vi aluguel por 6.000 pesos pelo mesmo período, então acho que foi um bom negócio!

Bike na mão, nosso destino era o Pukará de Quitor, um sítio arqueológico localizado a 3km do centro. Ao lado dele está o hotel Alto Atacama, um dos mais requintados da região.

PUKARÁ DE QUITOR

Quando alugamos a bike tínhamos quase duas horas disponíveis para depois almoçar e sair para o Valle de La Luna. O primeiro pensamento foi de que seria tranquilo, afinal, 3km são feitos de olhos fechados em 10 minutos.

Doce ilusão.

A mocinha que está acostumada a pedalar no calçadão de frente pro mar na cidade esqueceu que estava no meio do deserto, a 2.800m de altitude, sob o sol de meio dia e numa estrada de terra com pedras e areia fofa. O que era pra durar ilusórios 10 minutos viraram 30. Volta e meia passava carro, subia aquela poeira desagradável na cara e tinha que parar pra tomar água.

Pukara de Quitor 1 - Deserto do Atacama - Dona Viagem
Só parecia fácil…

Chegando lá minhas companheiras de tour não animaram de subir, mas fui guerreira e não desisti!

Pukará de Quitor foi declarado Monumento Nacional de Chile em 1982 e sua construção é toda a base de pedras. Ali você tem dois caminhos a seguir:

  • O primeiro é uma subida rápida de 15 minutos pelas ruínas que te proporciona uma bela vista do vulcão Licancabur e do entorno;
  • O segundo é uma caminhada de uma hora e meia até um mirante onde você terá a visão de toda a cidade e seus arredores.

Como não tinha tanto tempo, fiquei com a primeira opção. Tá… Admito também que foi porque não ia aguentar subir por mais de hora embaixo daquele calor do deserto…

Apesar de curta, a subida não é tão simples. Caminhar pelas ruínas exige um pouco de preparo, ainda mais devido à altitude. O caminho é íngreme e cansativo, mas chegar lá em cima faz valer a pena! A vista realmente é linda!!

Pukara de Quitor - Deserto do Atacama - Dona Viagem
Vulcão Licancabur ao fundo

CUSTO

É um passeio que fica barato. São 3.000 pesos da bicicleta + 3.000 pesos da entrada do parque. Tem gente que vai à pé, excluindo o custo com a bike.

ROUPAS

Esse é um passeio que você vai fazer durante o dia, então prepare-se para o calor e para o exercício! Use roupas confortáveis.

Sugestão:

  • Tênis;
  • Short;
  • Camiseta;
  • Muito protetor solar;
  • Chapéu;
  • Óculos escuros.

Não esqueça de levar água na mochila! Você vai precisar.

CURIOSIDADES

Quem tiver bem preparado pode seguir caminho para os túneis, que fica 6km depois de Pukará de Quitor. Não fui, mas parece ser bem legal!

Para saber um pouco mais sobre o Deserto do Atacama e outros passeios, basta clicar no link abaixo!

Deserto do Atacama: O que há de melhor no Chile!


Conhece Pukará? Encarou a trilha mais longa??? Conta como foi aqui nos comentários!!! E não esqueça de assinar o blog para receber as notícias assim que saírem do forno! 😉

3 Comments on “Pukará de Quitor – Deserto do Atacama”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *