Era começo de dezembro quando surgiu uma promoção imperdível para o Panamá durante o carnaval. De imediato contei à minha família sobre o achado e então veio o resultado: 11 dias de férias no Panamá.

Legal, massa, viagem pela frente… Ai veio a seguinte pergunta: o que tem para fazer no Panamá além de uma conexão ou o Canal?? De cara algumas ideias surgiram. Uns dias por ali e voar pra Cuba ou Miami, de repente pegar um cruzeiro, ou quem sabe ainda passar por Cartagena na Colômbia.

Depois de queimar alguns neurônios e ver uns preços de passagens (por sinal, nada barato voar do Panamá para os lugares que pensei), resolvi pesquisar o que de fato esse país tinha a oferecer.

Eu já tinha lido sobre o Canal do Panamá, claro, mas mal sabia da existência de outros locais que poderiam ser interessantes. Graças a outros blogs de viagens e uma grande força do nosso mestre Google, percebi que não tinha qualquer motivo para tratar aquele país apenas como um ponto de conexão. O Panamá tem locais belíssimos e, te adianto, alguns são os mais lindos que já vi.

Depois de muita pesquisa e leitura, fechamos o roteiro:

  • 3 dias em San Blas;
  • 2 dias na Cidade do Panamá;
  • 5 dias em Bocas Del Toro;
  • 1 noite de novo na Cidade do Panamá para pegar voo no dia seguinte.

Sobre a quantidade de dias em cada cidade, acho que dessa vez acertei em cheio. A viagem ficou redondinha, com uma logística muito bem arquitetada e, tenho que admitir, demos uma sorte danada com a previsão do tempo.

Fazendo um resumo sobre as 3 cidades visitadas, te digo:

  • Se você procurar pela palavra “paraíso” no dicionário, vai encontrar “San Blas” como resposta;
  • Vai fazer conexão na Cidade do Panamá? Arrume a mais longa que conseguir e rode pela cidade. Você não vai se arrepender;
  • Bocas Del Toro tem um mix de praias e natureza que vai te deixar de queixo caído.

A moeda do Panamá é o Balboa, mas nem se preocupe com isso. Todos os lugares aceitam dólares e a cotação é 1 para 1. Durante todos esses dias eu sequer vi uma nota de Balboa. O mais perto que cheguei foram algumas moedas que me deram de troco.

COMPRAS

Se tem uma coisa que o Panamá leva fama é de ser bom para compras, com preços similares aos EUA.

Pois bem, como todo bom brasileiro que adora uma boa oportunidade, fomos nós para o shopping. A primeira percepção é que que a crise passou por lá também. Vimos muitas lojas fechadas. A segunda foi que os sites estão precisando ser atualizados, porque achamos nada barato lá! Muita coisa batia com o preço do Brasil. Entramos em lojas variadas, desde as queridinhas até as desconhecidas e a conclusão final foi a mesma: vai para os EUA ou compra no Brasil mesmo.

ATENDIMENTO

Ouvimos muito comentários de que as pessoas não faziam questão de te atender bem no Panamá, mas eu não compartilho essa opinião. Claro que sempre aparece um funcionário ou outro que dormiu de calça jeans e não quer te dar muito papo, mas no geral fomos bem recebidos e bem tratados em todos os locais que fomos.


Minha dica para você é: coloque o Panamá na sua bucket list! Tenho certeza que, assim como eu, você vai se encantar por esse país!

Confira os posts sobre as 3 cidades visitadas.

Um paraíso chamado San Blas

Se surpreenda com Panama City

Nas ondas de Bocas Del Toro

Acredite: Vá visitar o Panamá!
Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *