Lago Louise e outras lindas atrações de Banff, Canadá

Banff - Montanhas Rochosas - Banff - Canadá - Dona Viagem

Uma região repleta de lagos azuis, verdes, cachoeiras, trilhas, cânions.. Ou seja, muita paisagem maravilhosa e enorme contato com a natureza. Assim é o Parque Nacional de Banff, com sua estrela-maior, o Lago Louise, e outras inúmeras atrações que te transportarão para dentro de cenários de filme, tudo isso na região das Montanhas Rochosas do Canadá.

PARQUE NACIONAL DE BANFF

O Parque Nacional de Banff fica no estado de Alberta, a 800km de Vancouver e 125km de Calgary, a cidade mais recomendada para você chegar de avião.

LOCOMOÇÃO E PASSE

Para conhecer as atrações desse incrível parque das Montanhas Rochosas do Canadá, é altamente recomendável que você alugue um carro. As atrações são distantes e, apesar de existir transporte público que te leve até eles, os horários e destinos são limitados.

Para circular pelas Montanhas Rochosas do Canadá você precisa comprar o passe de autorização. Ele vale sempre até as 16h do dia seguinte, é facilmente adquirido em uma das entradas dos Parques Nacionais e deve ser exposto no retrovisor/painel do carro. Além disso, o mesmo passe é válido para mais de 100 Parques Nacionais do país.

Em 2018 o valor era de CAD 19,60 por dia/por veículo. No nosso caso, compensou comprar o passe anual (Discovery Pass) que custava CAD 136,40, pois ficamos 8 dias.

Passe - Montanhas Rochosas - Jasper - Canadá - Dona Viagem

Atenção: a fiscalização é constante. Nem se arrisque a tentar conhecer a região sem o passe. Mais informações você encontra no site oficial do Parks Canada.

MELHOR ÉPOCA PARA CONHECER BANFF

O Canadá já é um país naturalmente frio, mas Banff está a uma altitude média de 1.400 metros, o que faz com que a sensação térmica seja ainda mais baixa.

A melhor época para curtir os lagos e belezas naturais de Banf é de junho a setembro, quando a temperatura está melhor (entre 12ºC e 22ºC), sendo julho e agosto altíssima temporada. Os dias são longos, com sol se pondo por volta das 22h, e perfeito para fazer os passeios.

Eu fui com as amigas na segunda quinzena de maio, fiquei três dias e meio que foram ótimos, com muito sol e boa temperatura, porém, alguns lagos em Banff ainda estavam semi congelados. Em contrapartida, todos os lagos de Jasper e Yoho estavam descongelados.

ONDE FICAR

Olha, vou ser muito sincera. Tem gente que, para economizar, fica hospedada em Canmore, uma cidade a 25km de Banff. Claro que, se a grana estiver curta, é uma opção, mas ficar em Banff é uma delicia!

Banff é uma daquelas cidadezinhas super charmosas com cara de base de estação de esqui, construções fofíssimas, uma grande quantidade de deliciosos restaurantes e muitas lojinhas.

Praticamente qualquer hospedagem no centro de Banff é uma boa opção, pois você fará tudo a pé. Eu e minhas amigas nos hospedamos no Banff Park Lodge e foi excelente. Hotel muito completo, com ótima localização e quartos espaçosos.

ROTEIRO

Levando em conta que não tenho previsão de voltar à Banff, montei um roteiro tranquilo, com todas as atrações principais e tempo para poder curtir o que a região tem a oferecer. Se você não tiver essa mesma disponibilidade de três dias e meio, recomendo pelo menos 2 dias inteiros. Menos que isso vai ficar apertado.

1º DIA

Nós saímos do Emerald Lake em direção à Banff, com a primeira parada no Lago Louise, mas estava muito cheio, bem frio e muito congelado ainda, então resolvemos deixar para visita-lo adequadamente outro dia. Vou te falar que foi excelente, porque nesse dia a estrada para o Lago Moraine estava fechadain, mas quando voltamos para o Louise, tinha reaberto!

Johnston Canyon

Já que não deu para curtir o lago mais famoso da região, fomos para a trilha mais famosa de Banff! Como pode imaginar, se é a mais famosa, é também a mais cheia, então aqui vai a primeira recomendação: chegue cedo! É um mar de gente, o estacionamento é pequeno e a fila de carros estacionados vai até boa parte da estrada.

O Johnston Canyon é dividido em 3 trilhas:

  • Lower Falls – essa trilha de 1.125 metros te leva até uma pequena cachoeira, a primeira do trajeto;
Johnston Canyon - Montanhas Rochosas - Banff - Canadá - Dona Viagem
Primeira parada: Lower Falls
  • Upper Falls – saindo da Lower Falls, você caminha por mais 1.300 metros e chega na Upper Falls, bem bonita e com uma grande fila para tirar foto (mas anda rápido);
  • Ink Pots – para a galera da disposição (não foi nosso caso), é só continuar por mais 3.000 metros após a Upper Falls que se chega no Ins Pots, um conjunto de 5 laguinhos.

Importante:

  • O caminho é todo pavimentado, muito fácil de ser percorrido;
  • Até o Lower Falls, vimos muitas crianças e cachorros;
  • A parte até o Upper Falls tem uma subidinha, mas nada impossível de ser percorrido;
  • Depois que você vai, tem que voltar pelo mesmo caminho;
  • Tem um restaurante/café na entrada do cânion, caso precise se alimentar.

Surprise Corner

Tem um caminho de 8,5km de extensão chamado Tunnel Mountain, cujo ponto principal é o Surprise Corner, um mirante com vista para o rio Bow e o lindo Fairmont Banff Springs, o hotel mais chique dali.

Surprise Corner - Montanhas Rochosas - Banff - Canadá - Dona Viagem
Vista do Surprise Corner para o Fairmont Hotel

O Tunnel Mountain é conhecido por ser fácil avistar animais selvagens em seu caminho. Nós conseguimos ver um animal tipo um veado, mas não sei te falar ao certo o nome do danadinho.

Check in no Banff Park Lodge

Paradinha estratégica para deixar as coisas no hotel e tomar um banho.

Almojanta no The Old Spaghetti Factory

Não existe no universo um restaurante com melhor custo-benefício do que o The Old Spaghetti Factory. Eles trabalham com o sistema “all included”, o que significa que, por um valor médio de CAD 16, você come um delicioso pão quentinho com manteiga de alho como recepção, mais uma sopa divina ou salada de entrada, um prato principal maravilhoso e muito bem servido e pode escolher entre sorvete ou cafezinho de sobremesa.

Ele está presente em todo o Canadá e em Banff está localizado no segundo piso do Cascade Shop. Você pode conferir o cardápio completo no site oficial do The Old Spaghetti Factory.

2º DIA

Nossa programação inicial era um pouquinho diferente, mas com as mudanças por conta do Lago Louise, demos uma adequada.

Café da manhã no Tim Hortons

Se você não conhece, o Tim Hortons é o primo canadense do Starbuck, mas melhor que o parente americano (na minha opinião). Por CAD 6 você come um sanduíche com café e roast potato e sai bem satisfeito.

Johnson Lake

Nossa ideia era conhecer esse lago, mas a estrada estava fechada.

Two Jack Lake

Uma graça de lago!!! Ali aproveitamos para tirar foto nas #sharethechair, um projeto criado pelo governo canadense para estimular as pessoas a sentarem e apreciarem a linda paisagem que está à sua frente.

O #sharethechair está espalhado por vários pontos dos Parques Nacionais do Canadá. Você pode conferir a localização de todos no site do Parks Canada.

Lake Minnewanka Boat Cruise

Eu adquiri o pacote Ultimate Experience, que inclui o Glacier Adventure, Banff Gondola e passeio de barco no Lago Minnewanka.

O passeio tem uma hora de duração e um guia vai contando um pouco sobre a história do lugar, mostrando fotos e apontando coisas. É recomendado chegar com pelo menos 15 minutos de antecedência.

Lago Minnewanka - Montanhas Rochosas - Banff - Canadá - Dona Viagem
Ponto de saída dos barcos para o passeio no Lago Minnewanka

Histórias interessantes:

  • Minnewanka significa “lago do espírito das águas/da energia”;
  • Das águas do Minnewanka é gerada a energia que alimenta Banff, através da construção de uma hidrelétrica que fez com que o nível do lago subisse em 30 metros;
  • No verão é possível ver uma cachoeira que se forma nas pedras por conta do derretimento das geleiras;
  • Não tem passeio de barco nos meses frios;
  • No Lago Minnewanka também tem #sharethechair.

Apesar de toda a história, o passeio não me encheu muito os olhos, mas vai da opinião de cada um.

O Lago Minnewanka tem mais de 22km de comprimento e nele é possível alugar caiaque, SUP e barco para pesca, além de ter um snack bar para matar a fome mais urgente.

Lago Minnewanka - Montanhas Rochosas - Banff - Canadá - Dona Viagem

Almoço no Park Restaurant & Bar

Restaurante que fica na avenida principal de Banff. A comida estava ótima.

Banff Upper Hot Springs

Olha, é literalmente uma piscina com águas termais a 39ºC e vista para as montanhas. Chegamos na porta, tava um sol de 25ºC, pensar em entrar na água quente tava sem condições e no nosso hotel tinha piscina aquecida “de graça”. Pelas fotos, assistir o pôr do sol dali parece ser bem bonito, mas para nós o horário não casava.

Se você quiser curtir o Banff Upper Hot Springs, a entrada custa CAD 8,30 e o aluguel de toalhas custa CAD 1,90.

Para mais informações, veja o site oficial do Banff Upper Hot Springs.

Banff Upper Hot Springs - Montanhas Rochosas - Banff - Canadá - Dona Viagem
O Banff Upper Hot Springs é apenas essa piscina.

Bow Falls Viewpoint e Bow River

O Bow River corta Banff, passando até por Calgary, sendo o principal da região. No Bow Falls Viewpoint tem uma vista legal para a queda d’água.

Passeio por Banff

Separe um tempinho para rodar pelo centro de Banff. É uma graça!!

Jantar no Grizzly House

O Grizzly House é um restaurante especializado em fondue. O ambiente é muito gostoso, a comida estava deliciosa e tem uma boa carta de vinhos. Não é baratinho, mas vale a pena. Se resolver ir, não esqueça de fazer reserva, o que pode ser feito passando por lá mais cedo ou pelo site do restaurante.

Grizzly House - Montanhas Rochosas - Banff - Canadá - Dona Viagem
Aceita um fondue de chocolate com Ice Wine?

3º DIA

Esse acabou sendo o dia mais esperado de Banff, pois, depois do azar de estrada fechada pro Moraine e do Louise bem frio, tudo caminhou melhor nesse dia.

Café da manhã  no Tim Hortons

Sim, batemos nosso pontinho lá com nosso café bom e barato.

Lago Louise

Meia hora de estrada, chegamos ao principal lago de Banff de novo. Nesse dia chegamos mais cedo, o que foi excelente para fazer trilha e dar uma voltinha pelo lugar.

No Lago Louise você encontra duas trilhas principais: a Fairview Lookout e a Lake Agnes.

  • Fairview Lookout – numa subida com pouco mais de 1km de extensão, chega-se a esse mirante com uma vista espetacular para o Louise e o hotel Fairmont Lake Louise, um dos mais refinados da região. Passeio imperdível!
Lake Louise - Montanhas Rochosas - Banff - Canadá - Dona Viagem
Vista no mirante do Fairview
  • Lake Agnes – Para a galera da disposição, essa trilha com 3,8km de extensão e 400m de altura te leva ao Lago Agnes e sua famosa casa de chá, com 100 anos de existência e a mais alta do Canadá. Se continuar subindo, continua-se pela trilha Little Beehive e Big Beehive, chegando à lindas vistas do Lago Louise. Para mais informações sobre essas trilhas, veja o post do Blog 1000 Dias.

Nós só fizemos o Fairview Lookout porque o caminho estava com muito gelo, tornando escorregadio e perigoso. Subir 1km do Fairview já rendeu tombos, imagina subir quase 4km do Lago Agnes….

Lago Louise - Montanhas Rochosas - Banff - Canadá - Dona Viagem
Nossa turma e a trilha escorregadia!

No Lago Louise é feito o passeio de caiaque mais famoso dos Parques Nacionais, com aquela água azul leitosa e caiaque vermelho. Infelizmente o lago não estava descongelado e não pudemos fazer, mas acredito que o clichê valha a pena. As fotos ficam lindas!

Lago Louise - Montanhas Rochosas - Banff - Canadá - Dona Viagem
Os caiaques estavam ali, só não dava pra remar…

Lago Moraine

O Lago Louise é o bambambam, mas o Moraine, na minha opinião, é ainda mais lindo. Ele fica bem no centro das montanhas, com uma cor verde m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a e te transporta para dentro de cenário de filme. Para conhece-lo, basta pegar a entrada para o Lago Moraine que fica na estrada do Lago Louise, num desvio de aproximadamente 11km. Eu conheci o lago parcialmente congelado e surtei, imagina totalmente descongelado..

Lago Moraine - Montanhas Rochosas - Banff - Canadá - Dona Viagem
Simplesmente perfeito!

Almoço no Lake Louise Grill & Bar

Não tem muita opção de restaurante ali perto, então achei essa indicação e foi uma boa. O Lake Louise Grill & Bar fica ao lado do Centro de Visitantes de Lake Louise, no segundo andar do centro comercial dali. O forte é comida chinesa, mas tem outras opções e estava tudo gostoso.

Marble Canyon

Numa fugidinha do Parque Nacional de Banff, demos uma passada no Marble Canyon, que fica no Parque Nacional Kootenay, bem ao lado. Ali você faz uma trilha rápida de pouco mais de 500m, passando pelo cânion e chegando numa cachoeira.

Banff Gondola e jantar no Sky Bistro

Quando vi fotos do Sky Bistro, tive certeza que queria jantar lá. O visual é alucinante, o ambiente é bacana e, vamos combinar, era fim de viagem e a gente merecia fechar com chave de ouro. Para jantar no Sky Bistro é necessário fazer reserva pelo site e, para chegar lá, você tem que subir pelo Banff Gondola.

Banff Gondola - Montanhas Rochosas - Banff - Canadá - Dona Viagem
Jantar + vista + por do sol

Nós adquirimos o ingresso do Banff Gondola no pacote Ultimate Explorer, mas, caso você não compre o pacote e reserve o Sky Experience Package do Sky Bistro, o ingresso do Banff Gondola já é incluso. Esse pacote custa a partir de CAD 109 e inclui o ticket da gôndola, uma entrada e um prato principal.

Se você for jantar no Sky Bistro, por favor, experimente o tartar de bison. É simplesmente o melhor tartar que já comi na vida!! Além disso, a sopa de mariscos (Clam Chowder) também é deliciosa.

Tartar de bison - Montanhas Rochosas - Banff - Canadá - Dona Viagem
Tartar de bison. Simplesmente perfeito!

O Banff Gondola te leva a mais de 2 mil metros de altura e tem uma vista incrível para a cidade. Separe pelo menos quarenta minutos para rodar por lá, pois tem vários mirantes e você precisa fazer uma boa caminhada entre eles.

Banff Gondola - Montanhas Rochosas - Banff - Canadá - Dona Viagem
Muita caminhada até os mirantes…

O ingresso do Banff Gondola em 2018 estava CAD 58 se comprado online ou CAD 64 se comprado na hora. Para mais informações de ticket e horários, veja o site oficial do Banff Gondola.

4º DIA (MEIO DIA)

Dia de nos despedirmos de Banff, mas não sem dar uma voltinha.

Café da manhã no Melissa’s

Esse restaurante fica na frente do nosso hotel. Não é barato como um Tim Hortons, mas comemos ovos benedicts de lamber os beiços e dedos! Bom demais!!!

Ovos benedict - Montanhas Rochosas - Banff - Canadá - Dona Viagem
Valeu cada centavo!

Cave and Basin National Historic Site

Estávamos de bobeira, então resolvemos caminhar até o Cave and Basin, berço dos Parques Nacionais, local que já foi de piscinas termais e hoje abriga duas piscinas naturais com água cristalina e um cheiro de enxofre adoidado. Ele fica a pouco mais de 2km de distância do centro de Banff, o que nos fez querer ter ido de carro…

Para quem tem o ticket de admissão de carro do Parque Nacional (ou seja, quase todo mundo) a entrada é gratuita, basta apresentar o ticket. Para quem não tem ou esqueceu de levar (tipo a gente, já que fomos a pé), a entrada custa CAD 3,90 por pessoa.

Para todas as informações sobre horários e história, visite o site oficial do Cave and Basin National Park.

Almoço no Saltlik

Depois de voltar caminhando do Cave and Basin, almoçamos no Saltlik, uma steakhouse bem gostosinha e com pratos bem servidos. O taco de pato estava com um tempero dos deuses!

Saltlik - Montanhas Rochosas - Banff - Canadá - Dona Viagem

E assim fechamos nosso passeio por Banff. O próximo destino foi Calgary, que você pode conhecer no post Calgary: Roteiro de 1 dia (e meio) na maior cidade da Alberta.

Calgary - Dona Viagem

Além de Calgary, não deixe de ver outras matérias sobre a região!

Roteiro completo pelas Montanhas Rochosas do Canadá

Visite Jasper e seus lindos lagos nas Montanhas Rochosas

Emerald Lake e outras belezas do Yoho National Park

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *